segunda-feira, julho 10, 2006

Lei da Física



A vontade era mandar todo mundo calar a boca, o calor insuportável, o aperto seguido de bolsadas, de cabeladas secas e fedidas até molhadas e cheirosas qeu não amenizam o incômodo.
A rua era uma ladeira, os corpos balançavam, não, não os corpos eram arremessados de um lado para o outro, para cima e para baixo, claro que não muito devido a lei da física que quatro corpos não ocupam o mesmo lugar no espaço, sim quatro corpos no mesmo espaço, e não queiram discutir quanto a isso, pois eu sei do que estou falando.
O meu nervosismo ia aumentando a cada quadra, nesta altura estava com a cara infurnada nas costas do rapaz de camisa branca suada em cima dos meus pés, devo relatar que o meu corpo de mais ou menos um 1,68m não estava mais agüentando, atrás havia uma bolsa acompanhada de sua amiga sacola que empurravam as minhas magras costas cada vez mais para frente.
E o pior ainda estava por vir, eu tinha que sair dali, eu tinha. Neste momento esbocei pedir licença para o rapaz da camisa branca, só esbocei, pois a olhada que recebi não foi das melhores, reduzindo o meu tamanho pelo menos duas vezes, então notei que não conseguiria passar.
Neste instante sem esperança, desolado no meu minúsculo tamanho, vi surgir uma alma caridosa vestida de humildade se levantar, do seu banco com seus anos já vividos, sem abrir a boca, colocou seu idoso braço á frente e como a mais mal - educada das pessoas empurrou a moça da frente para cima do rapaz e ficou posicionada pelo menos quatro passos a minha frente, uma boa vantagem.
Apareceu nesta hora a luz no fim do túnel, eu vi a oportunidade, me esquivei o máximo que pude e fiquei logo atrás da senhora mal - educada.
Isso foi bem na hora de sair do ônibus e ficar no ponto lotado e esperar outro.
Deve-se ressaltar o aumento da passagem do ônibus na cidade e que eu havia esperado pelo menos cinco ônibus para pegar este nestas condições e o pior de tudo considero uma falta de educação terrível o que a mulher fez, porém era necessário para ela sair da condução que levava para o trabalho. Agora a falta de educação maior, eu sei de quem é.
Claudio Rosa 05/04/05

0 Comments:

Postar um comentário

Links to this post:

Criar um link

<< Home